PREVENÇÕES – PARASITA TRICOMONÍASE

PREVENÇÕES – PARASITA TRICOMONÍASE

Sendo muito comum, a Tricomoníase (de nome científico Trichomonas vaginalis)  é uma doença sexualmente transmissível provocada por um parasita, ocorrendo mais de 2 milhões de casos ao ano no Brasil.

– Propaga-se por contato sexual;

– O tratamento é feito com auxílio médico;

– Curto prazo: resolve-se em dias ou semanas;
– Requer um diagnóstico médico;
– Sempre requer exames laboratoriais ou de imagem.

A tricomoníase é uma das infecções sexualmente transmissíveis mais comuns. Os fatores de risco incluem ter vários parceiros sexuais e não utilizar preservativos durante as relações sexuais.

Para reduzir o risco de infecção por tricomoníase: Use camisinha corretamente todas as vezes que tiver relações sexuais. Limite o número de parceiros ou parceiras sexuais. Praticar a abstinência sexual ou limitar o contato sexual com um (a) parceiro (a) infectado.

A tricomoníase provoca corrimento vaginal de odor desagradável, coceira genital e dor ao urinar nas mulheres. Os homens não costumam apresentar sintomas. As complicações incluem o risco de parto prematuro em gestantes.

O tratamento envolve uma grande dose de determinado antibiótico oral para ambos os parceiros.

Fechar Menu