27.06 Dia Internacional do Diabético

27.06 Dia Internacional do Diabético

O diabetes é uma síndrome metabólica que pode ter graves consequências se não for tratada adequadamente.A desinformação é o grande problema. Levantamento recente publicado na revista Saúde mostrou que grande parte dos brasileiros desconhece as consequências de não tratar o diabetes da forma correta.
A pesquisa averiguou, por exemplo, que o brasileiro não sabe que entre as consequências do diabetes está o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, como acidente vascular cerebral (AVC), condição que pode levar à morte. Grande parte dos entrevistados afirmaram também que doenças como câncer, AIDS e Alzheimer são mais graves que o diabetes. Outro desconhecimento está relacionado às causas: entre os entrevistados diabéticos, 50% acreditam que ela é hereditária – o que não é sempre o caso –, enquanto 35% associam o diabetes ao stress.

13 dicas de cuidados com os pés:
1. Lave os pés diariamente e seque com atenção, especialmente entre os  dedos. Antes de banhá-los, teste a temperatura da água com a mão, que tem a sensibilidade mais preservada. Evite sempre extremos de temperatura, jamais entrando em contato com água acima de 370  Celsius. 

2. Se sua pele é muito seca, aplique um creme hidratante regularmente.Isto  evita pequenas rachaduras que podem funcionar como porta de entrada para germes e desenvolvimento de infecções graves.

3. Inspecione em volta e entre os dedos todos os dias à procura de bolhas,  cortes ou arranhões. Use um espelho para facilitar a visualização da sola do pé e se a sua visão estiver prejudicada, ou peça a um familiar que o ajude na inspeção.

4. O corte das suas unhas deve ser reto nos cantos, minimizando as chances  de encravamentos e subsequente infecção.

5. Nunca caminhe descalço, sobretudo em superfícies potencialmente quentes,  como na beira da praia ou ao redor de piscinas. 

6. Nunca corte ou use agentes químicos para remover calosidades. Procure  orientação do seu médico.

7. Se você sente os seus pés frios à noite, use meias. Nunca use bolsas  de água quente ou outro tipo de aquecedor local.

8. Use meias apropriadas, preferentemente as que não têm costura e preste  atenção para que não fiquem com dobras. Dê preferência para as meias brancas, pois facilitam a identificação de eventuais sangramentos ou outras secreções.

9. Examine sempre o interior do seu calçado antes de vesti-lo à procura  de pequenos objetos, nunca use calçado apertado ou sem meia.

10. O calçado deve ser confortável no momento da compra. Não espere que  ele se molde com o uso, pois isto poderá ocorrer à custa de bolhas ou outras lesões mais graves. 

11. Visite seu médico, no mínimo anualmente, e assegure que os seus pés  sejam examinados em cada consulta. A ausência de sintomas não significa que seus pés estejam saudáveis, pois você pode ter neuropatia, doença vascular periférica ou mesmo uma úlcera na pele sem ter qualquer queixa.

12. Não fume, controle a pressão arterial sistêmica, o colesterol e os  triglicerídeos. O cigarro e estes outros fatores, pioram ainda mais a circulação dos seus pés.

13. Procure seu médico no caso de cortes, unha encravada, micoses, dores ou inchaço nos pés. O tratamento precoce destas lesões tem alto índice de sucesso e pode salvar sua vida!

Referências:
1. https://veja.abril.com.br/saude/falta-de-informacao-esse-e-o-maior-desafio-para-enfrentar-o-diabetes/
2. https://www.correiodopovo.com.br/vivabem/27-de-junho-dia-internacional-do-diab%C3%A9tico-cuidados-com-o-p%C3%A9-diab%C3%A9tico-1.347913

Fechar Menu